Revista Shimmie Edição 25

HOME / Revista Shimmie Edição 25

Revista Shimmie Edição 25


R$ 14,90

QTD:
Comprar

Detalhes do produto

EDITORIAL

“Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida, removendo pedras e plantando flores” – Cora Coralina

Você já se deu conta de como o número quatro está presente em nossas vidas? Quatro são os elementos (água, fogo, terra e ar), os pontos cardeais, as estações do ano, as fases da lua... E nossa vontade nesse momento é percorrer os “quatro cantos” em que a Terra é “simbolicamente dividida” e gritar aos “quatro ventos” que a Shimmie está completando quatro anos!!!

Quatro anos de dedicação exclusiva a essa arte que cada dia mais nos fascina. Há quatro anos ideia fixa de mulheres poderosas deixou de ser sonho e se materializou. Hoje, Shimmie não é apenas uma revista; a ideia cresceu, tornou-se “multimídia”, agregou novos sonhos, somou novas parcerias e conquistou novos espaços para que os amantes da arte tenham acesso a todo o tipo de informação e produtos necessários para evoluir.

Mulheres poderosas arregaçaram as mangas e fizeram e fazem acontecer todos os dias para tornarem sonhos em realidade. Foi o caso do último Festival Nacional Shimmie, em que trouxemos pela primeira vez ao Brasil, a maravilhosa Dariya Mitskevich. E também o caso da nossa capa Tribal, com a maravilhosa Rachel Brice.

E claro, o caso da nossa “deusa” Aysha Almee, escolhida a dedo para a capa de aniversário com o tema “O poder do Feminino”. Ela que também faz parte do nosso segundo ano da Ventreoteca, e que exala feminilidade e sensualidade por meio de sua dança.

Estamos passando por um período ímpar em nossa sociedade, em que discutir e reforçar o papel da mulher é cada vez mais importante. Nós, como bailarinas e professoras, temos esta função de instigar o resgate do feminino. De fazer com que as mulheres se vejam cada vez mais como protagonistas de suas histórias. Fazer com que se amem, com que se respeitem, a elas e as outras, no grupo em que estão inseridas. Independentemente de orientações políticas, estamos passando por um momento único em nosso país. Quem diria que veríamos duas mulheres disputarem a presidência com chances tão grandes de vencer? Isso prova que nós somos, sim, capazes de chegar ao topo e de sermos reconhecidas por homens e por outras mulheres. Mas para chegarmos a comandar países, temos que começar por nós mesmas. Por isso, convidamos vocês a uma reflexão sobre o poder que existe dentro de cada mulher.

Um brinde ao nosso novo ano de história e ao poder do feminino!